Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 27, 2010

SENTIMENTOS - 3ª PARTE

CAPÍTULO VI




No intervalo era inevitável, não dava mais pra negar, nem um nem outro conseguiam parar de olhar. Era estranho, mas ao mesmo tempo era emocionante, porque quando eles se olhavam, sem precisar de nenhuma palavra, já sabiam que eram correspondidos. A mesma emoção dessa vez, nem Carlos e Clara procuraram disfarçar.

Na saída Clara decidiu tomar a atitude mais louca de sua vida, não esperou Felipe como era de costume para ele levá-la embora, seguiu em frente atravessou a rua, Carlos se assustou seus olhos brilhavam, e os de Clara também. Um silêncio se fez na papelaria , apesar do barulho dos jovens saindo da faculdade do pai de Clara, eles não ouviam nada apenas o respirar ofegante um do outro.

O que você está fazendo? Se o seu namorado vier aqui?

O que pode acontecer? O que eu to fazendo eu não sei, só sei que estou seguindo os meus impulsos.

Você é louca. - Carlos comentou, se aproximando da jovem corajosa.

Você acha?

Sim, mas eu estou adorando a sua loucura. - e nesse impu…

SENTIMENTOS - 2ª PARTE

CAPÍTULO III


A família de Carlos não era muito feliz também, era uma família de classe média, mas vivia como se fosse de classe baixa, pois João Carlos, pai de Carlos, era muito avarento e sua mãe Amanda não possuía muita autonomia de personalidade.

Resumindo Carlos e Diego, seu irmão, eram muito reprimidos por seus pais. Tinham uma vida muito rotineira, eram um pouco conformados com tudo já que, já haviam implantados em suas mentes que nunca iam poder fazer nada para mudar a situação. Porém depois que Carlos começou a trabalhar na papelaria de D. Esmeralda, seus pensamentos mudaram, a ambição começara a fluir dentro do seu coração, ele nem esperava ser rico, apenas ser alguém, ser um alguém o suficiente para poder conquistar Clara e ser digno desse amor.

Diego nem ligava pra nada, vivia sua vida mais na casa da namorada Renata do que em casa, Ele nem falava direito com seus pais,mas era o mimadinho da casa, ele sempre saia, tinha uma vida de playboy, que seus pais ralavam muito pra…

SENTIMENTOS - 1ª PARTE

Capítulo I


Carlos andava pela rua despreocupado, quando olhou para a universidade de seu bairro, seu coração doía, sabia que não podia se formar porque seus pais não tinham

condições . Isso o frustava, mas o que ele ia poder fazer? ele era apenas um jovem revoltado e pobre, mas cheio de sonhos. continuava parado olhando para

aquele prédio admirado com o seu tamanho e com o tamanho dos sonhos que estavam sendo realizados naquelas paredes, se sentia injustiçado por não poder

realizar seus sonhos também, só por falta de dinheiro, como ele queria se formar , nem queria saber em que, somente queria ter um diploma na mão e poder dizer

que era alguma coisa, sem ser apenas um vendedor da loja da esquina, não que ele não gostasse de trabalhar lá, D. Esmeralda era muito gentil e sempre procurava

ajudá-lo no que podia, mas não podia ajudá-lo a deixar de sonhar.



Ainda estava extasiado quando ouviu uma voz doce, e uma mão leve lhe tocar.

oi.

ele virou pra olhar, nossa como ela era linda, seu cor…

oi genteeeeeee!!!!!

oi pessoal, inspirada pelo blog Biscoito, café e novela que tah trazendo a tona um monte de novos talentos na literatura, pois talentosissimas escritoras, estam fazendo suas próprias versões da novela UMA ROSA COM AMOR, então decidi começar a postar aqui também uma história que estava "engavetada" nos arquivos do meu computador e que eu já tinha té parado de escrever pra vcs... espero que gostem...bjux

Annie wallker