Pular para o conteúdo principal

Amor e Revolução: curiosidade

Estou curiosa para ver a repercussão q vai dar essa história, pq a novela vai começar em pleno 2011, qndo Dilma assume o poder da nave Brasil, e como ela foi torturada durante a ditadura e não falta especulações sobre as prováveis medidas que serão tomadas pela nova presidenta na área de segurança (colocando o terror nos militares), não vai faltar comentários.

Talvez aconteça algumas comparações, não sei se a novela vai abordar histórias verdadeiras, mas que vai ter muita gente se encaixando nas história, disso eu não tenho duvidas.
Já que a nossa presidenta já chegou tocando o terror no congresso (terror para o PMDB, que está perdendo várias secretárias no governo Dilma e não está nem um pouco contente), será q ela planeja uma revolução petista??? O.O brincadeiraa, mas um monopólio eu não duvido nada. Bem sendo a primeira vez q alguém depois de tanta tortura ((em 1970, ela foi torturada por 22 dias)) sobe ao "trono" da  presidência, paira a duvida na cabeça dos militares e dos curiosos políticos(como eu rsrsrs), será que Dilma vai querer: amor ou revolução?hahahha
Bem nossa presidenta já começou algumas revoluções como "mexer" com o projeto de lei que cria a Comissão da Verdade (nome intrigante não?) que não frequenta "a lista de prioridades" do congresso, e segundo a revista época está parado desde o maio do ano passado. Que projeto é esse?
Ele propõeque seja criada uma comissão para esclarecer casos de violações dos direitos humanos, inclusive os cometidos durante o período da ditadura militar (1964-1985). Não prevê punição para ninguém, mas não agrada aos nossos setores ligados as Forças Armadas que preferem não remexer na história. A proposta rendeu o primeiro embaraço no relacionamento da presidenta com os militares. E é neste clima tenso que assistiremos Amor e Revolução. Acho muito interessante o momento que o SBT escolheu para falar sobre ditadura,vamos ver no que isso vai dar neh? bjks!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Enfim... Crismada

Este foi um momento muiito importante pra mim, e pra vocês entenderem um pouco sobre ele vou falar um pouco sobre este sacramento da igreja católica.
Confirmação ou Crisma
A finalidade dos Sacramentos é para tornarmos um sinal de testemunho de vida; é para identificar-nos cada vez mais com Cristo. Não é para só sentirmos bem, pagar ou cumprir promessa.
Por que recebemos o Sacramento da Crisma, chamado também Confirmação? Comumente dizemos que a Crisma no faz soldados de Cristo, que confirma o Batismo, Sacramento adulto que dá responsabilidade. Uma só coisa a Igreja nos garante sobre este Sacramento. A crisma nos concede com
 plenitude o Espírito Santo. Qual o sentido do Sacramento da Crisma? Podemos dizer o seguinte: Todos os 
Sacramentos são Sacramentos de Cristo, mas um deles, a Eucaristia, é por excelência o Sacramento de Cristo. Assim, todos os Sacramentos são do Espírito Santo, mas um deles, a Crisma ou Confirmação, é por excelência o Sacramento do Espírito Santo.
Para melhor compreendermo…

Resenha do livro: Ágape.

O livro do Padre Marcelo Rossi nos fala sobre o amor divino, o mais puro e livre, incondicional. Livre de segundas intenções, de julgamentos. Ele nos mostra que o amor ao próximo, nos aproxima a cada dia mais de Deus, visto que, amando ao próximo como a nós mesmos, estamos amando ao Pai. Nos fala da criação do universo, das trevas à luz. O Padre enfatiza os textos da Bíblia, o livro sagrado, que contam a trajetória terrena de Jesus, seus ensinamentos e o julgamento pelo qual passou, para que o amor de Deus pela humanidade fosse provado. Amor este que não é capaz de discriminar-nos pela cor da pele, pelo sexo, religião e etc., mas que já nasce com o ser humano, sendo ele, naturalmente capaz de amar e não de odiar. O ódio que, infelizmente, acontece no coração do homem, é fruto de ações mesquinhas. Mas, temos como missão, ensinar aos nossos irmãos o amor como verbo de ação: amar. O Padre Marcelo nos fala também sobre a morte como passagem para a vida eterna. E que é na vida que temos qu…