Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 9, 2011

Enquanto você dormia - parte 3

Mas onde iria arrumar comida? Descendo a escada, Sion dese­jou não ter dispensado a irascível criada. Mas era um homem in­teligente, e conseguiria fazer tudo o que a sra. Turlow fazia. — Desculpe-me! — Sion disse à senhora Turlow, que perma­neceu em silêncio, a cabeça pendendo para um dos lados, como se esperasse por mais alguma coisa. Mas nenhum dos dois falou. Por fim, a criada ergueu o queixo duplo e fez menção de se retirar. — Mulher! — Sion gritou, quando ela já se aproximava da porta. — Sim, milorde? Outra longa pausa. — Você não me ouviu? Eu pedi desculpas. — Sim, ouvi. Palavras. — O que mais você quer? — Palavras nada significam milorde. O que eu desejo... Não, o que eu exijo é a garantia de que não sofrerei mais abusos. Fiz o melhor que pude com as suas bebedeiras e com a pobre lá em cima. — Quem você pensa que é? Um ser igual a mim? — Sion perguntou lívido. — Desculpe-me, mas um bêbado é um bêbado. Quer que eu trabalhe para o senhor? Ótimo. Mas terá que me tratar bem. Sion piscou, atur…