Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 11, 2012

Te quero

Boca, doce boca que me deixa louca, incendeia o corpo, queima a alma. Afoga-me então, num mar de desejo, quando mergulho em seu beijo perco a noção.
Mãos, pra que te quero? Senão para percorrer meu corpo como um cego nervoso a apalpar meus instintos dos quais suas mãos sabem bem o caminho não se perdem em nenhuma curva me agarram, me seguram, me fazem delirar
Ah como eu te quero, te desejo e espero sua coragem para enfrentar o meu medo e navegar no mais profundo do meu corpo e me fazer experimentar o doce cálice da  paixão.

Annie Wallker