Pular para o conteúdo principal

Como é boa a nossa empregada

Hoje vou falar um pouco sobre um filme Atípico: Como é boa a nossa empregada.
Acabei assistindo na faculdade.
Leiam o resumo aqui.

–  As histórias de como é boa a nossa empregada, apesar de serem um pouco “clichê” tem um humor infalível, que não se perdeu em 40 anos de existência. De todas as três, a história que foge mais dos “padrões” , e neste caso de qualquer padrão, seja ele moral ou de humor é “o terror das empregadas”. Toda trabalhada no exagero a história nos envolve numa viajem total do autor: um filho tarado por empregadas (e uma cueca “sexy”), um psicólogo compreensivo demais com as mães desesperadas, entre outros. Sobrou até para a vovó da cadeira de rodas, para vermos que nessa onda de “pornôchancada” ninguém fica sozinho.
“Lula e a copeira” é bem previsível, da primeira cena já temos ideia do que acontece no final. Em “O melhor da festa” é possível perceber um humor mais crítico, com o falso moralismo de Naná: muito rigoroso com seus filhos e esposa, e fora de casa é outra coisa. Uma sútil crítica ao senso moralista hipócrita da sociedade.
A visão estereotipada que foi passadas das empregadas me incomodou um pouco.  Ou eram gordinhas e certinhas, ou eram bonitas, assanhadas e oportunistas. Esta última representação, me passou uma entonação machista e preconceituosa, e a fala do personagem Naná: “ela está querendo um programa...” não é uma boa colocação, mesmo sendo humor é  muito pesada.
Em resumo, como é boa a nossa empregada é um filme um pouco clichê, muito engraçado, com uma pintada de machismo e preconceituso.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha do livro: Ágape.

O livro do Padre Marcelo Rossi nos fala sobre o amor divino, o mais puro e livre, incondicional. Livre de segundas intenções, de julgamentos. Ele nos mostra que o amor ao próximo, nos aproxima a cada dia mais de Deus, visto que, amando ao próximo como a nós mesmos, estamos amando ao Pai. Nos fala da criação do universo, das trevas à luz. O Padre enfatiza os textos da Bíblia, o livro sagrado, que contam a trajetória terrena de Jesus, seus ensinamentos e o julgamento pelo qual passou, para que o amor de Deus pela humanidade fosse provado. Amor este que não é capaz de discriminar-nos pela cor da pele, pelo sexo, religião e etc., mas que já nasce com o ser humano, sendo ele, naturalmente capaz de amar e não de odiar. O ódio que, infelizmente, acontece no coração do homem, é fruto de ações mesquinhas. Mas, temos como missão, ensinar aos nossos irmãos o amor como verbo de ação: amar. O Padre Marcelo nos fala também sobre a morte como passagem para a vida eterna. E que é na vida que temos qu…

Enfim... Crismada

Este foi um momento muiito importante pra mim, e pra vocês entenderem um pouco sobre ele vou falar um pouco sobre este sacramento da igreja católica.
Confirmação ou Crisma
A finalidade dos Sacramentos é para tornarmos um sinal de testemunho de vida; é para identificar-nos cada vez mais com Cristo. Não é para só sentirmos bem, pagar ou cumprir promessa.
Por que recebemos o Sacramento da Crisma, chamado também Confirmação? Comumente dizemos que a Crisma no faz soldados de Cristo, que confirma o Batismo, Sacramento adulto que dá responsabilidade. Uma só coisa a Igreja nos garante sobre este Sacramento. A crisma nos concede com
 plenitude o Espírito Santo. Qual o sentido do Sacramento da Crisma? Podemos dizer o seguinte: Todos os 
Sacramentos são Sacramentos de Cristo, mas um deles, a Eucaristia, é por excelência o Sacramento de Cristo. Assim, todos os Sacramentos são do Espírito Santo, mas um deles, a Crisma ou Confirmação, é por excelência o Sacramento do Espírito Santo.
Para melhor compreendermo…